terça-feira, 30 de junho de 2015

O PETRÓLEO É NOSSO: Participe!! Lute pela descolonização de nosso país. Segue uma lista de emails de todos os Senadores --- Geraldo Jr.

Extraído do Blog Escrevinhador

Participe da corrente contra o projeto que entrega o pré-sal para as petroleiras estrangeiras

junho 30, 2015 09:04
Participe da corrente contra o projeto que entrega o pré-sal para as petroleiras estrangeiras
Do Facebook
Nesta terça-feira (30/06), será votado pelo Senado Federal, em regime de urgência, o Projeto 131/2015, do senador José Serra. Esse projeto trata de alterações no marco regulatório de exploração do pré-sal, que foi aprovado em 2010. 

Se você é contra esse projeto, ENVIE A MENSAGEM ABAIXO com o assunto: CONTRA O PROJETO 131/2015 para os senadores, para a lista no final do texto: 

CONTRA O PROJETO 131/2015 QUE ENTREGA O PRÉ-SAL
Car@ senador@,
O projeto 131/2015, do senador José Serra, está na ordem do dia e deve ser votado nesta terça-feira no Plenário do Senado Federal. Esse projeto trata de alterações no marco regulatório de exploração do pré-sal, que foi aprovado em 2010.
Na época, o presidente Lula chamou a descoberta do pré-sal de “nova independência” e considerou a lei da partilha como uma garantia de que “a maior parte dessa riqueza fique nas mãos dos brasileiros”.
O projeto do senador José Serra representa um retrocesso no marco regulatório do pré-sal, porque retira da Petrobras a condição de operadora única e o direito de uma participação mínima de 30% na exploração dos campos.
Nós, cidadãos e cidadãs brasileiros, somos contrários e contrárias à aprovação desse projeto. As mudanças no marco regulatório ferem a soberania nacional, enfraquecem o Estado brasileiro e prejudicam os interesses populares.
Esse projeto pune a Petrobras e abre para as grandes petroleiras estrangeiras a possibilidade de exploração exclusiva do pré-sal, com o argumento de que a estatal brasileira não teria condições para cumprir a responsabilidade expressa no marco regulatório. Com isso, o país perderá um instrumento para conduzir o desenvolvimento, deixando o país a reboque das petroleiras estrangeiras.

O QUE ESTÁ ACONTECENDO É GOLPE. Neste processo não haverá espaço para "neutralidades", "infantilidades" e "Reduções Acadêmicas". De que lado você estará? Dos que oprimem há séculos? Ou dos que vem sendo oprimidos? --- Geraldo Jr.

Extraído da Revista Carta Maior



Golpe: a derrubada em marcha

Dê-se a isso o nome que se quiser. Estamos em meio a um processo de derrubada do governo da Presidenta da República, Dilma Rousseff.




Por Joaquim Palhares, no site Carta Maior:

Todos sabemos qual é a hora congelada no relógio da história brasileira neste momento.

Certamente não é hora de reiterar platitudes.

Ou de repetir lamentos, ainda que justos, pertinentes. Tampouco de replicar constatações.

Todas as constatações que de forma procedente apontam a cota de equívocos do governo e do PT na crise atual já foram feitas. Não será a sua reiteração que levará o partido assumi-las ou equaciona-las.

Os fatos caminham à frente das ideias: a história apertou o passo.

A dinâmica política assumiu a vertiginosa transparência de um confronto em campo aberto no país.

Trata-se de escolher um dos lados e tomar posição para o combate. Este que já começou e avança de forma acelerada.

É o seu desfecho que decidirá o aluvião das pendências, críticas, autocríticas, repactuações, concessões e escolhas estratégicas que vão modelar o passo seguinte do desenvolvimento brasileiro.

De um modo direto: o desfecho desse confronto vertiginoso reflete uma correlação de forças que se esgarçou e caminha para um novo ponto de coagulação na forma de um outro arranjo de poder.

Qual será esse ponto?

Depende do discernimento histórico, do sentido de urgência e da capacidade de articulação das forças progressistas nessa hora decisiva.

Estamos em meio a um processo de derrubada do governo democraticamente eleito da Presidenta da República, Dilma Rousseff.

Dê-se a isso o nome que se quiser.

Todos aqueles ensaiados pela direita latino-americana nos últimos anos: golpe constitucional; derrubada parlamentar; golpe em câmera lenta. Ou as marcas de fantasia da mesma ofensiva, todas elas embrulhadas no rótulo de uma peculiar luta anticorrupção.

A singularidade dessa maratona ética é ter o PT como único grande alvo; Lula como meta antecipada, a mídia como juiz do domínio do fato e a consagração do financiamento empresarial como a nota de escárnio e desfaçatez a desnudar toda lógica do processo.

Tudo isso já foi dito pelos canais disponíveis, que não são muitos, e dentre os quais Carta Maior se inclui com muito orgulho.

Vive-se um adestramento da resignação brasileira para o desfecho golpista deflagrado no processo de reeleição de Lula, em 2005/2006, quando ficou claro que a direita brasileira não tinha capacidade de voltar ao poder pelas urnas.

Passo a passo vem sendo cumprido desde então o objetivo histórico a que se propôs a elite brasileira e internacional.

segunda-feira, 29 de junho de 2015

Menos Carros...Mais Ciclovias! Mais Metrôs...Mais Seres Vivos e Humanos --- Cadê o Metrô Alckimin? Cadê o Trem Bala Serra? --- Geraldo Jr.

Do Blog Escrevinhador

Thiago Benicchio: O dia em que a Avenida Paulista se despiu de carros e se vestiu de gente

junho 29, 2015 09:26
Thiago Benicchio: O dia em que a Avenida Paulista se despiu de carros e se vestiu de gente

Por Thiago Benicchio
São 602 fotos no cartão de memória para editar, talvez madrugada a dentro. Por enquanto fico com essa, para encerrar talvez o dia mais incrível dos meus primeiros 36 anos em São Paulo.
Quem esteve na Paulista no domingo viu a avenida tomada por um mar de sorrisos durante horas e horas. Escutou música, vozes, conversas e até escutou o silêncio.
A ciclovia foi e é só um detalhe. Um detalhe importantíssimo na vida do menino da foto, que certamente vai crescer em outra cidade. Uma cidade com menos barulho e com menos poluição. Uma cidade com mais pessoas convivendo, com menos agressividade e menos intolerância.
Quem esteve na Paulista no domingo viu a ânsia de uma população inteira pelos espaços públicos, por uma cidade diferente daquela que foi construída na base da ganância e da estupidez. Viu e experimentou o que pode a convivência no lugar do fluxo de motores raivosos.
Queremos mais ruas para as pessoas, menos ruas para os carros. Queremos uma outra cidade. E ela está aparecendo, agora mesmo, ali fora, na vida real, muito além da imagem e das palavras distorcidas que aparecem na televisão ou saem nos jornais e revistas.
Esta cidade está sendo feita pelas mãos, cabeças e corações de pessoas que não se perdem na mesquinharia, nos egos e no rancor. Pessoas que querem para todos, porque sabem que para poucos é o mesmo que para ninguém.
O amor venceu hoje na Paulista. Que ele continue vencendo e se espalhe pela cidade inteira. Parabéns e obrigado a tod@s que constroem a cidade mais incrível do mundo a cada dia.


sexta-feira, 26 de junho de 2015

A elite está cansada de tanto não trabalhar. Quer férias com Juros mais altos! --- Geraldo Jr.


Extraído do Blog Tijolaço

Veríssimo: o ódio ao PT está no DNA da classe dominante, que derruba tudo que a ameace

25 de junho de 2015 | 20:59 Autor: Fernando Brito
odio
Luiz Fernando Veríssimo, hoje, em O Globo:

Ódio

Não vi a entrevista do Jô com a Dilma, mas, conhecendo o Jô, sei que ele não foi diferente do que é no seu programa: um homem civilizado, sintonizado com seu tempo, que tem suas convicções — muitas vezes críticas ao governo — mas respeita a diversidade de opiniões e o direito dos outros de expressá­-las. Que Jô fez uma matéria jornalística importante e correta, não é surpresa. Como não é surpresa, com todo esse vitríolo no ar, a reação furiosa que causou pelo simples fato de ter sido feita.
A deterioração do debate político no Brasil é consequência direta de um antipetismo justificável, dado os desmandos do próprio PT no governo, e de um ódio ao PT que ultrapassa a razão. O antipetismo decorre, em partes iguais, da frustração sincera com as promessas irrealizadas do PT e do oportunismo político de quem ataca o adversário enfraquecido. Já o ódio ao PT existiria mesmo que o PT tivesse sido um grande sucesso e o Brasil fosse hoje, depois de 12 anos de pseudossocialismo no  poder, uma Suécia tropical. O antipetismo é consequência, o ódio ao PT é inato. O antipetismo começou com o PT, o ódio ao PT nasceu antes do PT. Está no DNA da classe dominante brasileira, que historicamente derruba, pelas armas se for preciso, toda ameaça ao seu domínio, seja qual for sua sigla.

quinta-feira, 25 de junho de 2015

PHA não é Papa, mas é Pop. Blá, Blá, Caiado, Cerra & CIA caíram na rede de Francisco! --- Geraldo Jr. (não... Cristão, sou NADA)

Extraído com toda "religiosidade" Do Blog Conversaafiada
Publicado em 24/06/2015

Encíclica explode no
colo da Bláblá e da Direita !

Quem polui é o rico. A maior vítima é o pobre. Vai encarar ?




Maior que a Rerum Novarum de Leão XIII, de 1893 ?

Sim.

A Rerum Novarum, sobre as condições dos trabalhadores, na pratica, teve efeito limitado.

A resposta tardia ao Manifesto Comunista não chegou aos operários.

A vertiginosa ascensão do Império Americano, logo depois, estabeleceu regras de conduta laboral que afogaram a obra de Leão XIII.

Maior do que a Pacem in Terris, de João XXIII, de 1963 ?

Sim.

A Pacem in Terris, que encorajou os pobres a enfrentar os ricos – e deu origem à renovadora Teologia da Libertação -, foi sufocada pela ofensiva anti-comunista e conservadora de João Paulo II e Bento XVI.

A Laudato si’ do Papa Francisco é revolucionária no sentido estrutural: ela crava no centro do Século XXI.

Remove montanhas – como seu inspirador, São Francisco de Assis.

O Homem precisa retomar a posse de sua casa, a Terra.

Quem destrói a sua Casa é o Homem.

O Homem rico, o que mais polui.

A maior vitima dessa destruição é o pobre.

A prioridade são os pobres.

A luta pela preservação da Terra começa e acaba na Casa dos pobres.

Essa uma das novidades dessa iluminada Encíclica.

Retirar da “discussão” a racionalidade “verdista”, o tecnicismo, o economismo, a fraude de supor que o “mercado” é que vai salvar a Terra, com esses “créditos” que a banca inglesa e seus súditos brasileiros pretendem introduzir entre os derivativos – para ganhar dinheiro e os pobres… que se lixem !

Artigo inspirado de Leonardo Boff – uma das vítimas do Muro de Berlim construído por João Paulo III e Ratzinger – trata da “visão da ecologia integral, que integra todas as coisas num grande todo no nos movemos e somos”.

Essa seria a “grande novidade” de Francisco, segundo Boff.

O conceito de “ecologia integral”, na verdade, deve muito à obra de Boff.

Mas, essa é uma questão própria da Teologia.

Terreno em que o ansioso blogueiro não ousa pisar.

O ansioso blogueiro é um ateu irrecuperável, quase apóstata – apesar dos esforços dos professores jesuítas da PUC do Rio, mestres em Leão XIII e João XXIII.

Por isso, prefere ler a Laudato Sí com a mão na massa suja da política Verde brasileira.

Por exemplo.

O Verdismo no Brasil tinha a face virginal da Terceira Via na política.

Isso foi devidamente violado no segundo turno da eleição passada, quando a Bláblárina aderiu ao Aecím, o mesmo que a tinha desrespeitado, como o  Machão do Leblão, nos debates do primeiro turno.

O que cabe discutir aqui é a “ideologia” Verde da Bláblárina e seus seguidores.

Essa turma que quer impedir a construção de Belo Monte e internacionalizar a Amazônia.

Ela, Bláblá, que, nas Olimpíadas de Londres, entrou em campo como representante da Coroa Inglesa, a mesma que quer “mercadejar” os créditos de carbono …

O verdismo da Bláblá e da Neca do Itaú é uma singularidade pátria.

É o único movimento de ambientalistas no mundo que é de Direita, ligado a bancos …

O Verdismo daqui é a sustentabilidade que se sustentado no sustentável.

Ou seja, um embuste intelectual e político.

Não está ligado a qualquer estrutura social, a qualquer realidade política.

Fica lá em cima, pendurado nas contas do Itaúúú e das ONGS americanas.

Embaixo, o pau come.

Luta de classes, morte de jovens negros, Direita raivosa, exclusão social, monopólio na mídia – nada disso interessa ou determina as formas de exploração e, portanto, de degradação ambiental.

Para a Bláblárina e seus verdes, a degradação do meio ambiente é um ectoplasma.

A culpa é da Dilma !

Que diferença!...Por um mundo com Mais Franciscos e a inclusão de todos na sociedade. Menos Rede Globo, CBF, Malafaias e CIAs ...---Geraldo Jr.

 Desse jeito só vai sobrar o "partido do PAPA" como opção.
Sabe se comunicar e falar com os excluídos melhor do que
toda a esquerda no Brasil. ...E não sou Cristão! --- Geraldo Jr.

Extraído Do Blog Revista Fórum

Por um mundo com mais Franciscos e menos Malafaias

junho 25, 2015 13:39
Por um mundo com mais Franciscos e menos Malafaias



O ódio destilado em cada palavra do pastor midiático ajuda a reforçar um dos maiores desafios da atualidade: uma doença chamada “intolerância”, enquanto outro líder religioso, Francisco, impulsiona mudanças reais em prol da justiça social, fazendo da humildade um ato de resistência

Por Maíra Streit

O pastor Silas Malafaia parece fazer uso contínuo do ditado “Falem bem, falem mal, mas falem de mim”. Com amplo destaque na imprensa durante essa semana, após troca de ofensas com o jornalista Ricardo Boechat, ele voltou a ser o centro das atenções em torno de mais uma polêmica. Aliás, sua biografia está repleta delas, o que garante visibilidade a quem já demonstra um fetiche bastante particular pelos holofotes.

O jeito histriônico, o dedo em riste, o olhar vidrado e a violência das palavras que emprega se tornaram marcas registradas do líder da Assembleia de Deus Vitória em Cristo. E a maior celebridade gospel do país não economiza esforços em usar as câmeras para tentar destruir um de seus inimigos mais evidentes: a comunidade LGBT. “O ativismo gay é o fundamentalismo do lixo moral”, afirmou certa vez.

O vocabulário nada polido já foi usado contra a jornalista Eliane Brum – a quem se referiu como “vagabunda” – e o presidente da Associação Brasileira de Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis e Transexuais (ABGLT), Toni Reis, chamado pelo pastor de “bandido” e “safado”. O ódio destilado em cada palavra ajuda a reforçar um dos maiores desafios da sociedade brasileira na atualidade: uma doença chamada “intolerância”, que, teoricamente, a religião deveria ser a última a propagar.

Os Interesses do Dr. Moro...e da USP também ---- Geraldo Jr.


Do Blog Conversaafiada


Publicado em 25/06/2015

Moro brinca com fogo:
a Defesa Nacional

Congelar as atividades da Odebrecht significa afundar o submarino nuclear brasileiro.




De artigo que o Conversa Afiada reproduziu da Carta Maior:

Amazônia Azul leva Brasil à África


Para embasar a demanda, o Brasil está criando um sofisticado sistema de vigilância e monitoramento da Amazônia Azul. O chamado Sistema de Gerenciamento da Amazônia Azul pretende digitalizar mais de 4.600 milhas de costa para navios militares e comerciais estrangeiros através de uma combinação de satélites, radares, drones, navios de guerra e submarinos.

Em janeiro, o país escolheu três finalistas para desenvolver o projeto de 4 bilhões de dólares: um consórcio liderado pelo conglomerado aeroespacial Embraer, outro liderado pela empresa multinacional de construção Odebrecht, e um terceiro pelo jovem grupo Orbital Engenharia. O exército brasileiro também está construindo um sistema multibilionário para monitoramento e vigilância das fronteiras. Os dois programas podem, eventualmente, ser integrados.


NAVALHA






Navalha
Além dessa tarefa estratégica na defesa da Amazônia Azul, a Odebrecht participa de outra, essencial à defesa do Interesse Nacional.
(Aqui no Brasil, não se usa a expressão “Interesse Nacional”.
Nos Estados Unidos, na Rússia, na China usam… Por que será?
É porque, aqui, quando a elite ou a Academia, especialmente na USP, se refere
 a interesse nacional é ao interesse nacional americano.)
A Odebrechet tem cinco mil (CINCO MIL) homens trabalhando no Pro-Sub.
Em Itaguaí, RJ, onde se constroem um estaleiro e os submarinos que vão defender
Primeiro, submarinos a propulsão diesel-elétrica.
Depois, os submarinos a propulsão nuclear.
E o Brasil vai entrar na Big League: no time dos países que sabem construir
 submarinos nucleares e enriquecer o seu urânio com tecnologia própria.
É o time dos Estados Unidos, China, Rússia, Inglaterra e França.
(O Brasil, a Rússia e a China são os únicos países que tem urânio e sabem
 enriquece-lo. Os Estados Unidos quase não tem urânio. Para jogar
 a bomba em Hiroshima, os Estados Unidos compraram urânio da Bélgica,
 que trazia do Congo.)
É o que irrita os fernando henriques, os cerras, os gasparis da vida…

quarta-feira, 24 de junho de 2015

Serra Foge outra vez...; Não se lembra de 1964? --- Geraldo Jr.

Do Blob Conversaafiada

Publicado em 24/06/2015

Cerra foge
protegido pela Polícia

Deve reaparecer numa universidade americana …

"Vendido à Chevron", diziam os petroleiros

Saiu no Tijolaço, de Fernando Brito:


Petroleiros protestam contra Serra em Campos. Que sai protegido pela polícia…



Do jornal O Globo, para que não se diga que é exagero:
“­ O senador José Serra (PSDB­SP) foi vaiado, enfrentou um “apitaço“ e precisou ser escoltado pela guarda municipal para deixar o local nesta terça­feira durante a 8ª edição da Brasil Offshore, a Feira e Conferência da Indústria de Petróleo e Gás, realizada entre hoje e a próxima sexta­feira, em Macaé, no Norte Fluminense. A manifestação, realizada por petroleiros, foi em protesto ao Projeto de Lei 12.351/2010, de autoria do tucano, que propõe o  fim da exclusividade da Petrobras na operação de regime de partilha no pré­sal.

Ligado à Federação Única dos Petroleiros, à Central Única dos Trabalhadores (CUT) e ao Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense, o grupo invadiu o palco onde estavam os palestrantes, entre eles Serra. Com faixas de “Fora Serra, o petróleo é nosso” e “Somos 200 milhões de petroleiros por uma Petrobras 100% pública” e usando nariz de palhaço, eles interromperam o discurso de Serra e gritavam “fora entreguista“ e “direita sem vergonha”.


Já no site do sindicato:

domingo, 21 de junho de 2015

Vídeo: Os Malas querem ser tudo, menos eles mesmos --- Geraldo Jr.





O Cartão de Crédito do Desafiador Mala, em nome DEUS! ...com vídeo --- Geraldo Jr.

Do Blob Tijolaço 

Malafaia, Boechat e o “vá procurar uma rola”. Infelizmente, “o buraco é mais embaixo”

20 de junho de 2015 | 01:41 Autor: Fernando Brito
malafaiarolinha
Silas Malafaia é daqueles de tirar a paciência e a serenidade de qualquer um.
Tirou a do apresentador  Ricardo Boechat, na BandNews, que reagiu aos desaforos de Malafaia mandando o coletor de dinheiro “procurar uma rola”.
Agora, Malafaia vira o “politicamente correto” e vai processar Boechat.
Boechat disse o que muita gente gostaria de dizer, mas disse de maneira que, apesar de entender seu “saco cheio”,  não deveria dizer.
Vai pingar mais algum nos bolsos de Malafaia, de indenização por dano moral, com certeza. Não tanto quanto deseja, porque vai entrar na “compensação de ofensa”, por conta das bravatas do pastor-provocador.
Malafaia terá um pouco menos do que procura e que não é bem “rola”.
Como no imperdível vídeo “Minha oferta, Minha Vida”, onde ele cobra do fiel que deposite um mês de aluguel para que o Senhor “possa abrir a porta para eu (ele) ter a casa própria”.
Reproduzo, para quem não viu, ver, ao final do post o tipo de explorador religioso que este personagem é.
Malafaia não tem de ser xingado, por mais que  seja algo que exija forças supremas evitar, tamanho é o embrulho que sua permanente gritaria agressiva faça.
Aliás, a dele e dos que pregam o ódio religioso, político, ideológico.
Porque é mais do que um caso isolado de fanatismo a serviço da intolerância.
Não é ela que se estimula, todos os dias, em todos os campos? Não é ao fanatismo, à acusação fácil, à generalização, à intransigência política, ao espetáculo vazio e provocativo que os meios de comunicação dão valor e projeção?
Não esvaziaram os sindicatos, as associações profissionais ou comunitárias, os partidos políticos como espaço de afirmação do progresso coletivo? Não restaram, praticamente,  apenas igrejas como lugar de reunião, identidade e esperança? Não estimularam a crença de que só se avança individualmente, quando se competência, esperteza, sorte ou alguma forma de ser superior, inclusive ter a bênção divina?
Não tornaram o culto ao dinheiro, à riqueza, ao “Deus Mercado” como a única fé possível aos homens e mulheres?
É difícil, sei que é é difícil resistir aos impulsos e, publicamente, mandar Malafaia ou outros energúmenos procurarem algo…

Racismo e Barbárie por traz da "Maioridade Penal" --- Geraldo Jr.

Do Blog Viomundo "
Outro sórdido detalhe será o viés racial e social das punições. Um país que condena Thor Batista a prestação de serviços sociais por atropelar e matar, em alta velocidade, um ciclista, e prende Rafael Braga Vieira, por portar uma garrafa de pinho sol e outra de água sanitária, não tem condições nem envergadura moral para sequer falar de redução da maioridade. Como muito bem aponta a psicanalista Maria Rita Kehl:
Quem acredita que o filho de um deputado, evangélico ou não, homofóbico ou não, será julgado e encarcerado aos 16 anos por ter queimado um índio adormecido, espancado prostitutas ou fugido depois de atropelar e matar um ciclista?"

Rennan Martins: Redução da maioridade penal é embuste cruel

publicado em 19 de junho de 2015 às 16:06
Rafael maioridade-penal_06172015009
No topo, Rafael Braga Vieira, condenado a 5 anos por portar uma garrafa de Pinho Sol e outra de água sanitária.  Abaixo, deputados comemoram redução da maioridade penal. Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
Redução da maioridade é embuste cruel
Emenda permitirá prostituição, produção e venda de pornografia envolvendo jovens de 16 e 17 anos e será votada no mesmo dia em que o Senado apreciará projeto que retira recursos do pré-sal da saúde e educação.
por Rennan Martins | Vila Velha, 19/06/2015, no Desenvolvimentistas, via e-mail
A comissão especial do Circo dos Horrores, digo, Câmara dos Deputados, aprovou o relatório da PEC 171, da redução da maioridade penal, na última quarta (17). De autoria do deputado Laerte Bessa (PR-DF), a emenda constitucional reduz para 16 a idade penal nos casos de crime hediondo. Foram 21 votos favoráveis contra 6 discordantes.
Os desatentos ou ingênuos talvez tenham achado prudente que o texto se restrinja aos casos hediondos, julgando haver alguma preocupação com o futuro da juventude marginalizada por parte de nossos congressistas. Ledo engano. O relatório original previa redução ampla e irrestrita e a mudança se deu por uma negociata do digníssimo presidente da Câmara, Eduardo Cunha, que manobrou para barrar o apoio que o governo costurava ao projeto de reforma do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).
A Câmara que aí está – de um conservadorismo rançoso e aversão ao debate racional e factual – se deixa levar por uma imprensa que incita a revolta na população, pintando um quadro não compatível com a realidade. Deputados que deveriam representar o cidadão, estudar as questões nacionais e propor ideias com potencial de avanço e resolução de conflitos, se contentam em ser levados a reboque por meia dúzia de editores que há décadas servem a interesses avessos ao bem comum.
Os casos de crimes contra a vida praticados por menores não são regra, mas exceção.

sábado, 20 de junho de 2015

ESTES PAULISTAS....--- Geraldo Jr.

Do blog Conversaafiada

Publicado em 20/06/2015

Nirlando na Carta:
São Paulo fica no Brasil ?

José Maria Marin será ovacionado se aparecer naqueles restaurantes que vaiam petistas.




O Conversa Afiada reproduz artigo de Nirlando Beirão, extraído da Carta Capital:


São Paulo fica no Brasil?



Aposto que José Maria Marin será ovacionado se aparecer naqueles restaurantes que vaiam petistas
por Nirlando Beirão

“Paulista é esquisito”, desabafou Gilberto Braga, o Martin Scorsese da teledramaturgia brasileira. Paulista, diz ele, adora o Jamanta – aquele personagem limítrofe que Silvio de Abreu criou em Torre de Babel (de 1999) e repisou em Belíssima (de 2005). “Fora de São Paulo ninguém suporta (o Jamanta), mas lá é um sucesso.”

O autor de Babilônia queixa-se dos baixos índices de audiência da novela das 9, embora alivie com a constatação de que todo o Brasil é que encaretou. De todo modo, os brios quatrocentões imediatamente se exaltaram, argumentando que não é só em São Paulo que duas senhoras maduras e bem-postas não têm o direito de se amar (Gilberto Braga desistiu de fazer de Marcos Pasquim um personagem gay a pedido de dondocas paulistanas) .

São Paulo não explica Babilônia, mas Babilônia expõe muito do espírito retrógrado, oligárquico, racista, preconceituoso da São Paulo dos Jamantas. Talvez console a Gilberto Braga saber que Regina Casé paga, em São Paulo, com uma audiência abaixo da média, o preço da negritude que exala do seu Esquenta, com aquela efusão de samba feliz e suarento.

Dias atrás, Roberto Jefferson anunciou que, tão logo recupere seus direitos políticos, vai mudar o domicílio eleitoral para São Paulo. Faz sentido. O eleitorado de São Paulo tem uma paixão obscena por pilantras de variegadas procedências, desde que tragam no seu blá-blá-blá o ódio ao PT. Onde viceja um Roberto Freire  um delator fará um furor
.

Vídeo:Aqueles que gostam do Brasil...

Vídeos extraídos  Do Blog Conversaafiada (Prosub Brasil vai para o andar de cima)

1º Vídeo:


2º Vídeo:




sexta-feira, 19 de junho de 2015

Aécio Never é esquizofrênico? Ou pensa que somos Idiotas? --- Geraldo Jr.

Do Blog Conversaafiada

E agora, governo tal provocação colocando mais lenha na fogueira, ou vai pro silêncio?
Nenhum e nem outro!
O governo, se tivesse maturidade, estaria fazendo um belo documento de regulação dos Meios de Comunicação. Apresentaria esta proposta ao mesmo tempo em que começaria a participar semanalmente de todos os debates políticos.
 Não aqueles construídos por GloboNews & Companhia, e sim pelo próprio governo. Construiria as plataformas de Debates e esclarecimento a população e chamaria a oposição pra "dançar" no campo do Governo. Desmascarando todas as mentiras diárias construídas por esta elite, Rede Glob & Companhia.  Como fez este vídeo abaixo ( e aquele do CQC, lembram? ) ----- Geraldo Jr.






quinta-feira, 18 de junho de 2015

Intolerância, em nome de Jesus: Menina de 11 anos de idade é apedrejada --- Geraldo Jr.

Do Blog de Luiz Azenha ( Viomundo )

Menina iniciada no candomblé é apedrejada: “Não saio mais de branco. Tenho medo de morrer”

publicado em 17 de junho de 2015 às 09:37
menina-candomble
Menina já pedia paz em imagem publicada antes de ser agredida. Hoje, ela afirma que não vestirá mais branco porque tem ‘medo de morrer’ (Reprodução/Facebook)
Menina iniciada no candomblé é apedrejada na cabeça por evangélicos
Intolerância religiosa: menina de apenas 11 anos é apedrejada na cabeça por evangélicos e diz que está com medo de morrer: ‘Continuo na religião, nunca vou deixá-la. É a minha fé. Mas não saio mais de branco’. A garota e os parentes também foram xingados: ‘Sai Satanás, queima! Vocês vão para o inferno’
Redação do Pragmatismo Político, sugerido por FrancoAtirador 
Com apenas 11 anos de idade, K. conheceu a intolerância religiosa na noite de domingo de forma dolorosa. A menina, iniciada no Candomblé há quatro meses, seguia com parentes e irmãos de santo para um centro espiritualista na Vila da Penha, quando foi atingida na cabeça por uma pedra, atirada, segundo testemunhas, por um grupo de evangélicos. Ainda segundo os relatos, momentos antes, eles xingaram os adeptos da religião de matriz africana.
“Eles gritaram: ‘Sai Satanás, queima! Vocês vão para o inferno’. Mas nós não demos importância. Logo depois, o pedregulho atingiu minha neta e, enquanto fomos socorrê-la, eles fugiram em um ônibus”, contou a avó da menina, Kathia Coelho Maria Eduardo, de 53 anos, conhecida na religião como Vó Kathi.
O caso foi registrado ontem na 38ª DP (Brás de Pina) como lesão corporal e no artigo 20 da lei 7.716 (praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceito de religião). A polícia tenta identificar os agressores através de câmeras dos ônibus da região.
K. chegou a desmaiar e, segundo seus parentes, teve dificuldade para lembrar de fatos recentes. “Ela está bem, pois foi socorrida para o hospital e até foi à escola, pois é muito estudiosa. Mas na hora chegou a perder a memória. Que mundo é esse que estamos vivendo? Não se respeita nem criança?”, questionou, ainda indignada, Yara Jambeiro, 49, também integrante do Barracão Inzo Ria Lembáum e uma das responsáveis pela educação religiosa de K.

sábado, 13 de junho de 2015

Dilma, qual é a sua Voz? --- Geraldo Jr.


Do Blog Viomundo ( Luiz Azenha )

DNA tucano do petista Delcídio Amaral fala mais alto sobre o pré-sal: “Uma afronta, representa perda da soberania energética do Brasil”, denuncia petroleiro

publicado em 13 de junho de 2015 às 17:29
delcídio, serra e fhc
O bom filho à casa torna. A volta do tucano pródigo
por Conceição Lemes 
O deputado federal Fernando Marroni (PT-RS) denunciou em artigo publicado no Viomundo“DNA do entreguismo está no sangue dos tucanos”.
É sobre o pré-sal. Marroni trata de dois projetos — um do deputado federal Jutahy Júnior (PSDB/BA) e outro do senador José Serra (PSDB-SP) –, que propõem o fim da obrigação de a Petrobras participar com, no mínimo, 30% na exploração do pré-sal  e de atuar como operadora única no setor.
“Dos entreguistas tucanos é o que espera”, observa nos comentários o leitor Francisco de Assis.”E quando essa postura é de um energúmeno do PT, o senador Delcídio Amaral (PT-MS), líder do governo Dilma, quando deixa aflorar o seu passado tucano?”
Assis denuncia:
Foi o que aconteceu em plena sessão do Senado de quarta-feira, 10 de junho, denuncia Assis. Nosso leitor detalha:
Delcídio tomou o microfone para elogiar José Serra e se disse “pessoalmente” de acordo com a proposta do representante paulista dos interesses da Chevron & Cia, no sentido de retirar a participação obrigatória de 30% da Petrobras na exploração do pré-sal.
Numa tremenda canalhice, Delcidio Amaral faz isto enquanto a Chefe do Governo, do qual ele é líder, está no exterior, com o mesmíssimo argumento de Serra de ‘ajudar’ a Petrobras.
Não à toa, recebeu em seguida os elogios fervorosos de Serra.
Lembrando que a situação no Senado foi criada pelo energúmeno Renan Calheiros, que pôs em votação diretamente no PLENÁRIO a proposta de Serra, sem encaminhá-la às comissões.
Será que alguém no V Congresso do PT vai denunciar o senador Delcídio Amaral?
Um tucano enrustido? Um quinta coluna do PSDB dentro da bancada do PT?
No início da carreira como engenheiro, Delcídio foi diretor da Shell na Holanda. De 1999 a 2001, no governo Fernando Henrique Cardoso, por indicação do senador Jader Barbalho (PMDB-PA), ele ocupou o cargo de diretor de Energia e Gás da Petrobras . Foi bem na época em que os tucanos pretendiam transformar a Petrobras em PetroBrax.
O fato é que:
1) Delcídio Amaral foi filiado ao PSDB. Chegou a gabar-se de sua ficha de inscrição ter sido abonada pelo então todo poderoso Sérgio Mota, ex-ministro das Comunicações do FHC.
2) Ele foi filiado ao PSDB de 1998 a 2000/2001.
3) Em outubro de 2001, ele deixou a diretoria de Energia e Gás da Petrobras para assumir a Secretaria de Infraestrutura e Habitação no governo de Zeca do PT. E filiou-se ao PT.
4) Em 2005, circulou a informação de que Delcídio sairia do PT e iria para o PSDB:
A decisão teria sido tomada após reunião com o prefeito de São Paulo, José Serra (PSDB), no fim de semana. Pela estratégia traçada até o momento, Delcídio deverá ser candidato ao governo do Estado pelo PSDB em uma aliança com o PFL. A notícia sobre a mudança ainda não foi confirmada pelo senador que, segundo sua assessoria, deverá falar sobre a decisão até o fim desta semana.
5) Delcídio, no entanto, ficou no PT, onde está desde o final de 2001.
7) Curiosamente, é só o que consta na sua biografia. Delcídio omite no seu site, assim como na Wikipedia, o seu passado de  filiado ao PSDB.
De qualquer forma, esta repórter foi atrás do pronunciamento feito pelo senador Delcídio Amaral em 10 de junho. Ele confirma a denúncia do leitor Francisco de Assis. Reproduzo abaixo alguns trechos da nota taquigráfica (na íntegra, ao final) publicada no portal do Senado:

sexta-feira, 12 de junho de 2015

A Questão do negro não se dá e nem se resolverá "naturalmente".

As divisões e intolerâncias são instrumentos de manutenção de poderes da minoria sobre a maioria.
Sou resistente a expressão "pensamento natural", mas compreendo o contexto, como está inserido na análise de Fernando Brito.
Venho me perguntando constantemente: ---- O que é ser negro no Brasil?

Este Post abaixo   mais o Congresso do PT, o governo e os herois no couro dos outros" ( Ambos de Fernando Brito )  dão pistas sobre questões polêmicas e mais complexas. algumas: "A política lida com a realidade, com o objetivo essencial da mantê-la ou mudá-la." e  quando diz "Vivemos uma ofensiva conservadora como poucas vezes se viu neste país e não se a vai furá-la com radicalização vazia, aquela que não pode se transformar em atos senão de desespero ou se tornarem resposta à frustração de militâncias.
É preciso cuidado para, até com as melhores intenções – daquelas que minha avó dizia estar cheio o inferno – não transformar a crítica em uma contrafação da esquerda, que acaba se encontrando, na prática, com a “onda” da direita."
Tais afirmações servem como referências importantes sobre a questão do negro no Brasil. Mas, esta questão não se dá "naturalmente"; E nem se resolverá naturalmente;  ... ---- Geraldo Jr.

Porque o “socialismo moreno” é um pensamento natural e necessário no Brasil

11 de junho de 2015 | 14:22 Autor: Fernando Brito
cores
O Pew Research Center, um dos mais respeitados institutos de pesquisa dos EUA, divulga hoje a Reuters, registra que o número de pessoas que se assumem como mestiços nos Estados Unidos  está subindo.
Mas são apenas 7% do total os que se declaram assim.
80% dos norte-americanos são, segundo o censo, brancos.
Sabe quantos brasileiros se declaram – veja bem, se declaram – negros ou mestiços, segundo o censo de 2010?
97 milhões de brasileiros, ou 50,7 % da população de então, se definem como negros ou mestiços.
E 91 milhões, 47,7% da população, se definem como brancos.
O do censo de  2000, os brasileiros que se definiam como brancos era de 53,7%%. E a parcela de pessoas se declarando negras ou mestiças cresceu de 44,7% para aqueles 50,7%.
Isso não quer dizer que o Brasil não tenha racistas, muito ao contrário.

quinta-feira, 11 de junho de 2015

Bioceânica: quem não quer e por que | Conversa Afiada

Precisamos dar Voz aos "silêncios" e "invisibilidades" construídas  pela grande mídia para manter tudo  exatamente como está.
Com textos assim ( deste Post ), vamos nos apropriando, aos poucos das narrativas - "histórias" - que a elite se apropriou e oficializou como única "verdade". Mais ainda, vamos revitalizando a memória histórica da população brasileira, mostrando-lhes que há outras Vozes, outras histórias..., que foram SILENCIADAS!
Bastante educativo este texto. Simples, Direto e Sugestivo ( a outras Vozes/histórias --- O Livro de Renato Rarcher que o diga ! Tentarei comprá-lo ainda esta semana....rsrsrsrsrs ) ---- Geraldo Jr.

Bioceânica: quem não quer e por que | Conversa Afiada

O PiG, o Ibama, a Funai, o MP e o TCU se tornam instrumentos do interesse nacional americano​






Quem não quer a Ferrovia Bioceânica são os Estados Unidos, porque ela será uma alternativa ao Canal americano do Panamá.

Quem
não quer a Bioceânica são instituições instaladas no centro do Estado
brasileiro e  funcionam, na prática, como agentes do interesse
americano.

Para ser mais claro.

O IBAMA e a Funai.

O TCU e o Ministério Público.

São obstáculos a qualquer tipo de progresso, de intervenção no espaço físico, para construir o progresso.

Associam-se nessa inglória tarefa o Tribunal de Contas da União, dominado pelos pefelistas da Arena.

E o Ministério Público, dominado por procuradores fanfarrões.

No
Brasil, hoje, com o labirinto institucional – e não é por acaso-, um
prefeito não pode deslocar um paralelepípedo de uma calçada para outra,
na mesma rua, no mesmo quarteirão, sem que o Ibama, o TCU e o MP
concordem.

Depois que estiver tudo resolvido, chegam os índios.

Em nome de um suposto e impreciso “desenvolvimento sustentável”.

“Desenvolvimento sustentável” é lorota de rico contra pobre.

Os EUA, a Alemanha, o Canadá, a Suécia, a Noruega, a Dinamarca, o Japão todos eles já se sustentaram e se desenvolveram.

O
John Wayne já matou os índios que quis matar, derrubou as árvores que
quis derrubar, construiu  fabricas onde bem entendia –  e os Estados
Unidos ficaram prontos.

E para manter tudo como está, não querem que os pobres se desenvolvam.

Para não permitir que outros  se sentem na mesa principal.

( Como fez o Obama, no acordo que o Lula e o Celso Amorim construiram  com o Irã:  o Brasil não podia ousar sentar na mesa principal da diplomacia mundial !)

Aí vem a lorota blablarínica, subvencionada pela Neca do Itaúúú: a sustentabilidade se sustenta com o sustentável !

Os Estados Unido tem código florestal ?

Na hora de explorar o xisto betuminoso chamam o Greenpeace para proteger o pulmão das famílias da vizinhança ?

“Desenvolvimento
sustentável” é outra forma de exercício imperial , como a ressurreição
da Quarta Esquadra, que os Estados Unidos instalaram em frente ao Brasil
e à África, assim que o Brasil descobriu o pré-sal.

quarta-feira, 10 de junho de 2015

Vídeo - Nós honramos os Haitianos e demais...; Mas nos envergonhamos de Babacas "des-Foromados de São Paulo" ---- Geraldo Jr.

Do Blog Luis Nassif

CQC, quando a televisão se legitima

A reportagem do CQC com o animal que agrediu um haitiano é daqueles momentos altos da televisão, como agente civilizatório, como defensora dos valores mais legítimos do país.
Seria interessante entender o que levou a essa guinada do CQC. Um trabalho exemplar devolvendo os criminosos aos subterrâneos de onde saíram por conta dos estímulos de intolerância emanados do chamado jornalismo de opinião.



Enviado por Odonir Oliveira
Do Diário do Centro do Mundo
O vídeo com o agressor do haitiano mostra que a saida de Marcelo Tas foi uma bêncão para o CQC
“Parem o mundo”, escreveu um internauta ontem no Twitter. “O DCM como fonte do CQC? Parem o mundo.”
 Também estranhei ao saber que o CQC nos usara no vídeo em que um repórter fez educadamente com um boçal desvairado o que ele fizera selvagemente com um frentista haitiano.

Vídeo: Para Elite, o Brasil nunca existiu


Não podemos esquecer do "missionário" da Moóca, o do contra...

...contra CEU(s); contra os professores; contra Vale do Rio Doce, contra Petrobras; ...; e contra o TREM BALA. Leia, abaixo do vídeo,  o "próprio" confessando descaradamente que boicotou o projeto Trem Bala.

Quem é contra o Brasil?

Quem são os admiradores das Ciclovias? Êpa, ....na Europa !

Quem são os admiradores dos Metrôs, Trem Bala,....? ...em Londres, Japão, Alemanha!

Quem são os admiradores da Educação de "qualidade" MENOS aqui?....no Brasil, MAIS prisões !

Quem, no Brasil,  investe MENOS....e ganha MAIS?

QUEM?                                                                                              ( GERALDO JR.)
...


Vídeo sobre infra: por que o Cerra, Urubóloga e Caiado choram tanto? | Conversa Afiada




Do Blog  Conversa Afiada
Publicado em 05/12/2014

Cerra confessa que boicotou projeto de Dilma

E acusa Luciano Coutinho de ser cúmplice





No jornal A Tarde:

Serra diz que sugeriu Campinas no trem-bala para atrasar projeto


Ana Fernandes


O senador eleito por São Paulo,
José Serra (PSDB), disse considerar “hilariante” o projeto do trem-bala,
que ligaria São Paulo, Rio de Janeiro e Campinas – o projeto foi muito
citado na campanha de Dilma Rousseff à Presidência em 2010, quando Serra
era o candidato tucano. Em uma apresentação informal a pessoas ligadas
ao movimento Onda Azul – que se descreve como um movimento da sociedade
civil que propõe atos de filiação coletiva ao PSDB -, Serra afirmou que o
caso ilustra a falta de preparo do PT para governar.



Para a plateia de apoiadores na
noite de ontem, Serra disse ter inserido Campinas no traçado do projeto,
quando ele ainda era governador de São Paulo e Dilma, ministra da Casa
Civil, para atrasar o projeto, que considerava “falido”. O senador disse
ainda que o presidente do BNDES, Luciano Coutinho, de quem era próximo,
concordou com sua análise e ajudou a atrasar o andamento da proposta.
“Enfiei Campinas logo que veio o projeto. Para quê? Para complicar,
verdade, para ganhar tempo. Peguei o Luciano Coutinho, que é o
presidente do BNDES, foi meu colega, um sujeito informado, e falei ‘você
não vai entrar nessa loucura de trem bala, né?’. Então eu vou propor
que o BNDES faça um estudo e você demora. E ele fez mesmo, demorou para
burro, sabe? Para ganhar tempo”, disse Serra.


(…)




Os Negros precisam e querem falar...; Falem periferias! Falem pobres! Falem pretos! Falem...! LUCIANA BARRETO...FALA.

Os Negros já pagaram com a escravidão
"A CRISE É DOS RICOS; QUE ELES PAGUEM POR ELA"

No vídeo abaixo...
Luciana Barreto fala sobre "...medidas econômicas sobre a população negra".
 A VOZ DE UM; A VOZ DE MUITOS...! Não NOS CALARÃO!! --- Geraldo Jr.



"Parem de pedir paz quando, na verdade, o que querem é silêncio."
 --- Luciana Barreto


domingo, 7 de junho de 2015

Porque precisamos reagir? --- A História nos responde....---- Geraldo Jr. ( Bom texto para refletirmos sobre atual conjuntura )

Do Blog palavrasdiversas
Texto compartilhado por  Maria Efigenia Ribeiro Pereira no Facebook


A marcha fascista em curso: política, mídia, judiciário e religião

mussolini-hoje-na-historia-history-channel
Não é apenas o governo Dilma que está a perigo, é toda uma rede de conquistas e liberdade alcançadas, com muita luta, ao longo da história pelos brasileiros que está em jogo

Os atuais desdobramentos políticos e seus duros reflexos na sociedade, já podem ser suficientes para afirmar que o fascismo avança, vigorosamente, sobre o Brasil?

O poderoso aparato midiático/judicial/político montado para criminalizar a esquerda e atacar direitos de grupos sociais, LGBT e negros, por exemplo apontam para um caminho de acirramento radical entre defensores de uma nociva agenda conservadora e progressistas acuados.

Soma-se a estes, lideranças religiosas obscuras, mas populares em seus nichos, que despejam combustível no círculo retrógrado que marcha sobre todos aqueles que não se dobram às suas ideias propostas, baseadas em uma rala mistureba política/judiciária/religiosa, feita para confundir a opinião pública, colocando no mesmo caldeirão fatos isolados e manifestações sociais como rótulos descontextualizados daquilo que combatem, com ódio e pouca informação.

Para isso dar certo, empenham uma ação coordenada entre políticos, juízes, pastores e mídia, repetindo uma mesma tecla ideológica para gerar estereótipos e marcar àqueles que atacam, como inimigos da família e dos valores cristãos.

TIJOLO A TIJOLO..., é preciso desmontar a estrutura de Poder dos Médicos no Brasil. OUTRA "BRIGA QUE PRECISAMOS ENCARAR ----- Geraldo Jr.


Assim, como a Rede Globo & Companhia, a categoria dos Médicos no Brasil, historicamente, sempre representou um "monopólio", privilégio, ...., da "elite...".  Entre os grupos que expressam o que há de mais reacionário em termos políticos, econômico,....
A história da "Eugenia" no Brasil, particularmente no Estado de São Paulo, está para cada um tirar suas próprias conclusões. ( Vejam também MÉDICOS..., uma da marcas da Elite "paulista. Esta é outra briga que precisamos ter a coragem de encarar de frente! )

 Apenas para recordar ( no Facebook ,Geraldo Barbosa Junior4 de julho de 2013 ·):
"A cabeça pensa a partir de onde os pés pisam" LEONARDO BOFF
Agora eu pergunto onde pisam os médicos brasileiros em sua grande maioria desde o nascimento????

Geraldo Jr.

Mídia tenta abafar operação da PF contra médicos corruptos

7 de junho de 2015 | 12:47 Autor: Miguel do Rosário
C48A65A567A898F88256199DA6728397856AF61248A5D079DBF4631C0FB14961
Se tivesse um médico cubano, unzinho só, nesse escândalo, ele teria enorme destaque em nossas mídias.

Mas não tem.

É um escândalo de médicos brasileiros coxinhas – e corruptos.

Provavelmente os mesmos que andaram se manifestando histericamente contra o Mais Médicos, e dizendo impropérios contra a presidenta.

As categorias da classe permanecem mudas contra crimes monstruosos.

Até agora, também não vimos nenhum editorial indignado na grande mídia contra desvios praticados por médicos na rede pública de saúde.

Os paneleiros e os movimentos anticorrupção de internet também sumiram misteriosamente.
***

Mídia ignora operação da PF que prendeu ‘doutores’ ladrões do SUS
Apesar de emblemática, nova investida da PF contra desvios de recursos públicos por médicos e empresários entrou na categoria das operações “invisíveis” ao noticiário nacional, merecendo pouca atenção
por Helena Sthephanowitz, em seu blog na Rede Brasil Atual.
publicado 07/06/2015 11:15

A Polícia Federal em conjunto com o Ministério Público Federal realizou na semana passada(mais precisamente no dia 2, terça-feira) a operação Desiderato contra fraudes praticadas por médicos e empresários no SUS (Sistema Único de Saúde) em quatro estados: Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro e Santa Catarina.

O centro da operação foi na cidade de Montes Claros (MG), onde três médicos cardiologistas foram presos por evidência de três tipos de crimes: receber propinas sobre equipamentos médicos comprados com verbas do SUS, desvio destes equipamentos do patrimônio público para uso em clínicas particulares, e cobrar “por fora” de pacientes atendidos pelo SUS.

sábado, 6 de junho de 2015

Os Doentes e Covardes das Manifestações "Paulistas" ( Ah, se eu pudesse falar... ) ---- Geraldo Jr.


Do Blog Tijolaço

É preciso reagir aos nazistas. Senão, teremos o nazismo

5 de junho de 2015 | 09:53 Autor: Fernando Brito
nazi
Comecei muito mal o dia, lendo o Diário do Centro do Mundo. Não pelo site, obvio, que é muito bom, mas pela matéria – com o vídeo que reproduzo ao final com um imbecil que, estupidamente, vai provocar e humilhar um frentista de posto de gasolina que abastece um carro, em Porto Alegre.
A razão? O trabalhador é haitiano.
É de embrulhar o estômago, mesmo sabendo que a notícia já circula há dois dias.
Danem-se os que me acharem “políticamente incorreto”, mas este sujeito, além do devido processo judicial, deveria ser posto a correr, depois de ouvir uns desaforos daqueles bem “incorretos”.
O avô ou bisavô deste personagem que maltrata quem vem trabalhar aqui veio de onde? As centenas de  milhares de gaúchos  filhos, netos e bisnetos de imigrantes por acaso não vieram para cá , como dizia a minha avó (ela própria filha de um imigrante português), com “uma  mão atrás, outra na frente”?
Porque, tirando os poucos indígenas que restam neste país, quem é que não veio de algum lugar para trabalhar e viver aqui?
Diz o  facínora que não é por ele ser estrangeiro, mas por ser, supostamente um perigoso militar treinado a serviço do comunismo.
Olhem para o pobre coitado, um magrelo, quase um fiapo, humilde, intimidado e

Além de não ser P…de primário; Mas também não é PT, não é P..obre, não é P…reto, não é da P…eriferia! Se não for mesmo, Edu está certo: ” paga só umas cestinhas” e tudo bem. Tucanatos que o digam… Abraço , Edu --- Geraldo Jr.

Do Blog da Cidadania


haitiano capa

Leonel Guterres Radde é escrivão do 20º Distrito Policial de Porto Alegre. Na última sexta-feira, deparou com vídeo que se espalhou pela internet a partir de reportagem do portal G1, publicada na última quarta-feira (3/6), que informou o nome de “Daniel Barbosa” como sendo autor e protagonista de vídeo em que um imigrante haitiano, que trabalha como frentista em um posto Shell da cidade gaúcha de Canoas, é humilhado pelo autor do vídeo.
O escrivão gaúcho identificou rapidamente um crime sendo cometido e, agindo de acordo com seu dever funcional, lavrou um Boletim de Ocorrência por crime de discriminação e difusão de preconceito. A partir dali, espalhou-se pela internet que o tal “Daniel Barbosa” teria sido denunciado por vários crimes e que seria um dos administradores do grupo fascista Revoltados On Line, que vem promovendo manifestações contra o governo Dilma Rousseff.
Diante do imenso simbolismo que a situação criminal do agressor do frentista haitiano encerra, o Blog da Cidadania buscou mais informações e acabou localizando Leonel Raddes, que concedeu entrevista por telefone. Confira, abaixo, as novas informações sobre o caso que o escrivão gaúcho forneceu.
*
Blog da Cidadania – Leonel Guterres Radde, você é escrivão do 20º Distrito Polícial de Porto Alegre e tomou conhecimento do caso envolvendo o frentista haitiano que foi agredido verbalmente por um indivíduo chamado “Daniel Barbosa” e, por dever de ofício, fez uma denúncia, correto?
Leonel Radde – Na verdade, eu fiz um Boletim de Ocorrência do fato.
Blog da Cidadania – E, ao fazer esse Boletim de Ocorrência, você apurou que essa pessoa já teria passagens pela polícia?

Outras Vozes: Mariana Godoy revela... ---- Geraldo Jr.


Esta é a cultura comum no Brasil :
"O Discurso de Liberdade de expressão; E na prática a censura"
É assim na Mídia e em tudo o que dela reflete, nas escolas, famílias, espaços públicos, transportes, restaurantes...
Ahh, se tivessemos liberdade na escola e se a maioria dos professores lecionassem tendo como princípio a Liberdade. Mas o que acontece são só censuras. O Aluno não pode...; O Professor não pode...; Só pode o Status quo, do individualismo, hipocrisia, puxa-saquismo, ....; E a Rede Globo & Companhia... são a medula central dessas transmissões e manutenção da cultura da "Casa Grande", da submissão, do entreguismo, do "complexo de vira-latas". Por isso precisamos falar. ( o silêncio também fala muito...), mas este momento exige expressão ativa mais do que nunca! QUEREMOS FALAR TAMBÉM!!! ...Marina Godoy falou. Parabéns!!! Nossa Dignidade em Primeiro Lugar!!! ---- Geraldo Jr.

http://mais.uol.com.br/view/e0qbgxid79uv/na-tv-folha-mariana-godoy-revela-lado-radical-e-diz-que-nao-se-ve-de-vol-04028D9C3170E0A15326?types=V&
 Vídeo para Mariana Godoy TV Folha
http://mais.uol.com.br/view/e0qbgxid79uv/na-tv-folha-mariana-godoy-revela-lado-radical-e-diz-que-nao-se-ve-de-vol-04028D9C3170E0A15326?types=V&

Vitória de PHA ....nas Vozes de Muitos: A Voz do CAFÉZINHO,... O GOSTO INCOMPARÁVEL!!!


" Isto , aos pouco, vai nos tranquilizando.
Poderemos expressar, nos limites da lei, mas sem medo do poder…;
Não se trata de um caminho linear, muito menos “ad eternum”. Porque o judiciário está mais “tomado” por regras e interpretações “Padrão FIFA” do que por técnicas Jurídicas de fato. Não esqueçamos da PEC da Bengala e nem de quem ainda está nas presidências da Câmara.
Mesmo assim, é uma grande vitória!
O estímulo a coragem que, à muitos, estava faltando.
Viva os Blog “Sujos”!!!!! Cada vez mais AFIADOS… "  ---- Geraldo Jr.



S5000383

Linda vitória da blogosfera sobre Ali Kamel!

(Na foto acima, o editor de Cafezinho, Miguel do Rosário (eu), num café em Paris, alguns anos atrás, preocupadíssimo com as rasteiras judiciais de Ali Kamel).
Reproduzo abaixo texto do Nassif sobre essa linda vitória da blogosfera sobre a censura judicial.
Sempre é bom lembrar que o diretor de jornalismo da Globo tem usado do mesmo artifício – processos judiciais – para tentar silenciar a blogosfera.
Ali Kamel é a única pessoa no mundo que faz um site e inclui uma aba intitulada “sentenças judiciais”, apenas para se gabar dos processos que ganhou sobre blogueiros.
ali
ScreenHunter_5857 Jun. 06 15.17
Eu gostaria, aliás, de agradecer Ali Kamel por esta iniciativa (de juntar tudo em seu site), porque ela nos ajudará a reunir material para instituir mudanças que, futuramente, protejam blogueiros contra violências judiciais similares, por parte do poder econômico, político ou midiático.
A vitória de Paulo Henrique Amorim sobre Daniel Dantas, portanto, é também uma vitória da blogosfera sobre Ali Kamel.
Atente para a decisão de Celso de Mello:
“O interesse social, que legitima o direito de criticar, sobrepõe-se a eventuais suscetibilidades que possam revelar as figuras públicas, independentemente de ostentarem qualquer grau de autoridade”, disse Celso de Mello. Ministro do STF encerrou ação de Daniel Dantas contra o jornalista Paulo Henrique Amorim
A partir desse momento, será mais difícil para autoritários, como Ali Kamel, tentarem sufocar financeiramente blogueiros.
Para mim, contudo, a vitória só não é completa porque é preciso uma lei específica, para que a liberdade de expressão não fique em mãos de juízes, desembargadores ou ministros do supremo.
Além disso, Paulo Henrique Amorim teve que pagar um dos melhores advogados do país para este tipo de ação. Nem todos podem fazer o mesmo.
Eu não posso, por exemplo.
Por isso a liberdade tem

A Vitória de Um... A Voz de Muitos !!! ---- Geraldo Jr.

Por que a decisão de Celso de Mello é histórica | Conversa Afiada





Mello: chega de calar a imprensa pelo bolso !



O ansioso blogueiro decidiu explicar à incansável navegante Marília por que a vitória de “PHA no Supremo”
contra o imaculado banqueiro, aquele dos dois HCs Canguru que maculam a
Magistratura brasileira, por que a vitória é estratégica, histórica.


Porque é uma decisão monocrática: ou seja, o ministro decano Celso de Mello
tomou por base para a decisão todas as decisões que o Tribunal já tinha
deliberado sobre a matéria.

Não há mais o que discutir – nem submeter a decisão dele aos outros ministros.

Seria uma redundância.

Portanto, toda vez em que houver uma ação referente à liberdade de expressão, a defesa poderá invocar essa decisão.

Ou seja, quer insistir em me processar, tá bom: vamos até o Supremo e lá eu ganho !

Parabéns, Paulo Henrique Amorim, e os Blogueiros que tiveram a coragem de OUSAR e enfrentar o Poder Econômico e a Ditadura Midiática. Outras Vitórias virão...dos Blogs "Sujos", cada vez mais...AFIADOS!!! --- Geraldo Jr.



Mello, Dantas e PHA. Nassif e a ​vitória da liberdade ! | Conversa Afiada











O Conversa Afiada reproduz artigo publicado no jornal GGN, de Luis Nassif:




Celso de Mello e a sentença pelo fim da censura jornalística



“O interesse social, que legitima o direito de criticar,
sobrepõe-se a eventuais suscetibilidades que possam revelar as figuras
públicas, independentemente de ostentarem qualquer grau de autoridade”,
disse Celso de Mello. Ministro do STF encerrou ação de Daniel Dantas
contra o jornalista Paulo Henrique Amorim


Jornal
GGN – O jornalista Paulo Henrique Amorim comemorou nesta sexta-feira
(5) uma sentença do ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal
(STF), a qual classificou como “histórica” por lançar caminhos mais
sólidos para os profissionais de comunicação alvos de ações na Justiça
envolvendo liberdade de imprensa e de expressão, inclusive no meio
digital.

O magistrado deu ganho de causa a Amorim ante uma ação
por danos morais ajuizada pelo banqueiro Daniel Dantas, que se declarou
prejudicado por publicações feitas pelo portal Conversa Afiada. No
último dia 2, Mello julgou procedente a Reclamação 15243, apresentada
pelo advogado Cesar Marcos Klouri, para invalidar acórdão do Tribunal de
Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ) que estipulou indenização no valor de
R$ 250 mil por danos morais em benefício de Dantas.

sexta-feira, 5 de junho de 2015

Aldir Blanc: tatu subiu no pau ! | Conversa Afiada



Aldir Blanc: tatu subiu no pau ! | Conversa Afiada



Saiu no Globo imperdível artigo do genial compositor:

Tatu subiu no pau



Nunca se apurou e se prendeu tanto, o que não acontece quando os criminosos pertencem à tucanagem
O
gatuno e atiçador dos cães assassinos da ditadura militar J. M. Marin
foi preso na Suíça. Por que não aqui? A resposta cabe à Polícia Federal,
Receita e outros órgãos complacentes diante da corrupção de direita. J.
Hawilla, da Traffic (que não se perca pelo nome), também está entre os
envolvidos e já foi confessando geral. Só no caso dele, a roubalheira
pode chegar, por baixo, a quase meio bilhão de reais. Será que os outros
membros dessa quadrilha de trafficantes serão presos no Brasil?

Aos
68 anos, vi a tal foto que vale por mil, ou bilhões de palavras: no
evento de 1º de Maio da Força (faz força, Paulinho, que a sujeira sai!),
quase abraçadinhos sob o pé do flamboayant, Dudu Cucunha e Anéscio
Neves, o canibal do avô, cochichavam. Cucunha enfiou o indicador da mão
direita na deep narina, enquanto fazia Aócio rir feito Mutley, o
cachorro do Dick Vigarista. A chopeidança primou pelos discursos que
pediam a cabeça da Dilma. Por isso, um dos seus aliados estava lá, quase
osculando o Abóstulo do Terceiro Turno. De vomitar. Aócio chamou Dilma
de

Certezas e seguranças - A fé criada em gaiolas ( Do Blog Teologando Só por Sensações & Poesias )

Teologando Só por Sensações & Poesias: Certezas e seguranças - A fé criada em gaiolas:



Certezas e seguranças - A fé criada em gaiolas



“Somos assim. Sonhamos o vôo, mas
tememos as alturas. Para voar é preciso amar o vazio. Porque o vôo só acontece
se houver o vazio. O vazio é o espaço da liberdade, a ausência de certezas. Os
homens querem voar, mas temem o vazio. Não podem viver sem certezas. Por isso
trocam o vôo por gaiolas. As gaiolas são o lugar onde as certezas moram.
Os homens preferem as gaiolas ao
vôo. São eles mesmos que constroem as gaiolas onde passarão as suas vidas”
                 Rubem
Alves em Religião e Repressão
Até hoje, em todos os grupos sociais
que freqüentei, não encontrei ninguém que dissesse preferir não ser livre. A
liberdade, que já foi cantada em verso, prosa e samba enredo, sempre esteve
entre as mais desejadas e legítimas possibilidades do ser humano. Já foi musa
de guerras, e por ela legiões intermináveis de pessoas se sacrificaram. A
liberdade é um anseio natural de todo o individuo.
Há, porém, armadilhas que volta e meia
armamos contra nós mesmos, que nos prendem em gaiolas construídas com as
sutilezas do conforto, num ambiente de certezas
e seguranças que acreditamos ter
alcançado a bem de nossa interminável busca por liberdade. A incoerência é um
traço latente no ser humano.
Essas certezas e seguranças se
manifestam no conjunto de verdades em
que passamos a acreditar como absolutas e inegociáveis, sem qualquer
possibilidade de argumentação em contrário. São molduras que enquadram nossos
pensamentos, e não nos permitem de forma alguma sair de seus limites, sob pena
de cometermos sacrilégios intelectuais, desvios filosóficos ou pecados mortais.
Fazendo e pensando o que
tradicionalmente fizeram e pensaram nossos antecessores, os riscos são sempre
menores e os desconfortos são também reduzidos. Construímos com zelo e cuidado
a rotina de nossas almas, com o sossego de nossas mediocridades previsíveis e
seguras. Preferimos as gaiolas aos vôos.
Ora, segurança e certeza não
rimam com fé, nem tampouco a expressam. Mas sim esperança e convicção.
Todos os exemplos bíblicos de fé, apresentam indivíduos que saíram de suas confortáveis
condições existenciais. De suas rotinas seguras e de suas certezas convenientemente
arraigadas. Abriram mão de suas garantias. Todos se lançaram no vazio das incertezas, tendo apenas a convicção e a
esperança de que as gaiolas não eram e nem poderiam ser seus destinos últimos.
A vida cristã não pode ser um
emaranhado de certezas e de seguranças concebidas para uma criarem uma sensação
de confortável letargia. Estamos o tempo todo sendo sacudidos para fora dessas
gaiolas. Enxotados. 
Para aprendermos a viver no vazio da fé, que se fundamenta inegociável, apenas e tão somente, naquilo que eu não vejo, mas que convictamente espero.